Sargento suspeito de matar soldado da PM em Arapiraca morre em confronto com a RP

O sargento da Polícia Militar suspeito de atirar e matar um soldado do 3º Batalhão morreu em uma troca de tiros com a Radiopatrulha (RP) na manhã desta terça-feira (19) no Benedito Bentes, em Maceió. Um outro suspeito do crime foi detido.

O sargento foi identificado como Valterly Barbosa de Lima. Ele ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Na noite de segunda (18), o soldado Ivanilton Leão de Farias foi baleado em um bar na Rua André Leão, no bairro Brasília, em Arapiraca. Ele foi socorrido e morreu no hospital.

Segundo o delegado Everton Gonçalves, titular da Delegacia de Homicídios de Arapiraca e responsável pelas investigações sobre a morte do soldado da PM, ficou confirmado que foi o sargento da PM quem atirou contra Ivanilton.

“O assassinato ocorreu porque Ivanilton e Valterly se desentenderam em um bar na cidade de Arapiraca. A partir disso, o sargento Valterly começou a atirar em Ivanilton e fugiu do local minutos depois, em direção a Maceió. Na capital uma guarnição da Radiopatrulha localizou o Valterly no Benedito Bentes e ele reagiu a prisão atirando contra o pessoal”, afirmou o Delegado.

O comando do 3º Batalhão da Polícia Militar determinou ainda na segunda-feira a prisão do outro suspeito do crime, que não teve o nome divulgado.

Por meio de nota, o assessoria da PM lamentou o falecimento dos policiais e informou que abriu procedimentos administrativos para apurar os fatos. Confira abaixo a nota na íntegra:

A Polícia Militar de Alagoas lamenta com profundo pesar o falecimento do soldado Ivanilton Leão de Farias, de 44 anos, e do sargento Valterly Barbosa de Lima, de 47 anos.

O soldado Farias, que ingressou na Corporação em 28 de junho de 2010 e estava lotado no 3º BPM, foi vítima de um homicídio na noite dessa segunda-feira (18) no município de Arapiraca. Ele chegou a ser socorrido ao Hospital de Emergência do Agreste (HEA), mas não resistiu e faleceu na sala de cirurgia da unidade hospitalar. Um dos suspeitos de participação no crime é o sargento Valterly, que entrou na PM em 22 de fevereiro de 1991 e estava lotado na 1ª Companhia de Polícia Militar Independente (CPM/I), sediada em São Miguel dos Campos.

Depois do crime, o sargento se evadiu do local. No entanto, após diligências por vários municípios do Estado, o policial e um indivíduo foram encontrados no bairro do Benedito Bentes, na parte alta de Maceió, por equipes da PM na manhã desta terça-feira (19).

Com a aproximação das guarnições, o militar efetuou disparos de arma de fogo contra as guarnições, que precisaram responder a injusta agressão sofrida. Sargento Valterly ficou ferido na ação, foi socorrido ao Hospital Geral do Estado, no entanto, já chegou à unidade de saúde em óbito. O outro indivíduo foi detido e levado junto à Polícia Judiciária para a realização dos procedimentos cabíveis.

O comandante-geral, coronel Marcos Sampaio, lamenta o ocorrido e presta condolências aos familiares e amigos em nome de todos os que integram a Briosa Polícia Militar. Ao tempo que informa sobre a abertura de procedimentos administrativos para apurar os fatos.

Sargento Valterly Barbosa de Lima e soldado Ivanilton Leão de Farias — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Sargento Valterly Barbosa de Lima e soldado Ivanilton Leão de Farias — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *