Plano de Contingência do Pinheiro é Atualizado

Divulgação: CBMAL

O Plano de Contingência de Proteção e de Defesa Civil dos bairros Bebedouro, Mutange e Pinheiro, em Maceió, foi atualizado e apresentado à imprensa nesta quarta-feira (17). O documento, com cerca de 100 páginas, foi elaborado pela Defesa Civil de Maceió com a participação das defesas civis Estadual e Nacional, e detalha a atuação de órgãos, instituições e empresas na preparação, no monitoramento e nas respostas em ações preventivas e também em caso de desastre.

O que muda é a localização de alguns dos pontos de apoio em caso de evacuação dos bairros. Agora, também são pontos de encontro o ginásio de esportes Tenente Madalena, no Bom Parto, e a sede do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinteal), no Mutange. Continuam como pontos a Praça Lucena Maranhão, em Bebedouro; o Cepa, no Farol; e a Praça Joaquim Marques Luz, no Sanatório, onde fica o Terminal do Sanatório. De lá, os moradores embarcarão em ônibus em direção ao Ginásio Fernando Collor (Ginásio do Sesi), no Trapiche, local definido como abrigo temporário.

No Pinheiro, onde as fissuras surgiram há mais tempo, os cenários de risco correspondem ao mapa de feições produzido pela CPRM, que classificou os locais em áreas vermelha, laranja e amarela. A área vermelha, de maior risco, concentra 514 imóveis e mais de 1.900 moradores. A laranja possui quase 1.600 imóveis, e a amarela, 332. Pelo Plano de Contingência, são considerados fatores de risco ocorrências como o surgimento de rachaduras e buracos em terrenos, o desabamento de edificações ou o deslizamento de encostas.

Texto de Secom Maceió e Agência Alagoas